Tudo o que você precisa saber sobre Tabela Nutricional - Apis Food Solution
CONTATO

Blog Apis

Tudo o que você precisa saber sobre Tabela Nutricional

Compartilhar é se importar!

Você sabia que rótulo e tabela nutricional são coisas diferentes? Muitas pessoas confundem e acreditam que eles representam o mesmo, mas a tabela nutricional é apenas um dos itens obrigatórios que compõem os rótulos dos alimentos embalados. 

Mas então, qual a diferença? A tabela nutricional expressa as informações nutricionais do alimento, as quais são, obrigatoriamente: quantidades, por porção das calorias, carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio do produto, assim como os percentuais que estas quantidades representam no valor diário de consumo de uma pessoa adulta. Além disso, na porção declarada, deve constar a medida caseira referente, segundo a Resolução ANVISA 359/2003. 

Desde 2003 a tabela com as informações nutricionais é obrigatória para a maior parte dos alimentos e das bebidas comercializadas embaladas. Essa obrigação foi determinada pela Resolução ANVISA nº 360/2003, com o objetivo de facilitar o entendimento por parte do consumidor ao que ele está prestes a ingerir. A presença da tabela nutricional nos produtos, além de ser obrigatória, desperta confiança, gera credibilidade e demonstra seriedade aos clientes, aumentando, dessa forma, sua demanda. 

Como citado anteriormente, a grande maioria dos alimentos e bebidas precisam ter a tabela nutricional declarada no rótulo. Mas e quais são os que não precisam? Segundo a Resolução ANVISA nº 360/2003, são os quais:  

  • Bebidas alcoólicas; 
  • Aditivos alimentares e coadjuvantes de tecnologia; 
  • Especiarias; 
  • Águas minerais naturais e as demais águas de consumo humano; 
  • Vinagres; 
  • Sal (cloreto de sódio); 
  • Café, erva mate, chá e outras ervas sem adição de outros ingredientes; 
  • Alimentos preparados e embalados em restaurantes e estabelecimentos comerciais, prontos para o consumo; 
  • Produtos fracionados nos pontos de venda a varejo, comercializados como pré-medidos; 
  • Frutas, vegetais e carnes in natura, refrigerados e congelados; 
  • Alimentos com embalagens cuja superfície visível para rotulagem seja menor ou igual a 100 cm2. Esta exceção não se aplica aos alimentos para fins especiais ou que apresentem declarações de propriedades nutricionais. 

É importante sempre ficar atento as legislações para as mudanças que possam vir a ocorrer, a fim de deixar o rótulo e todos os itens obrigatórios apresentados nele de maneira correta para evitar problemas com o órgão de fiscalização. 

E falando nisso, em outubro de 2020 tivemos a aprovação da proposta de alteração da rotulagem nutricional que vinha sendo esperada há alguns anos. A Resolução ANVISA nº 429/2020 traz diversas alterações ao modelo que vem sendo utilizado desde 2003. As empresas terão um prazo para se adequar, mas não deixe para a última hora, fique atento aqui no nosso site, pois em breve traremos todas as informações sobre como adaptar sua tabela para o novo modelo exigido. 

Ficou com alguma dúvida?

Está produzindo algum produto e precisa de tabela nutricional?

Gostaria de revisar as tabelas nutricionais atuais do seu produto?

Entra em contato conosco que iremos te auxiliar. 

Além disso, se você deseja aprender a fazer sua própria tabela nutricional, participe do nosso próximo Workshop de Rotulagem de Alimentos, o qual acontece 100% online e você sairá sabendo como elaborar a tabela e o rótulo do seu alimento. Em breve teremos uma nova data, acompanhe aqui e nas nossas redes sociais. 

Marilia de Aguiar Cardozo – Engenheira de Alimentos e Consultora Trainee 


Saiba mais acompanhando as nossas Redes Sociais e fique dentro todas as novidades da Apis Food Solution

Facebook Comentários

shares